Greve rodoviaria de lisboa

greve rodoviaria de lisboa

O que aconteceu com a Rodoviária de Lisboa?

A Rodoviária de Lisboa recebeu um pré-aviso de greve para os dias 2 e 3 de Dezembro. Pedimos desculpa por qualquer perturbação no normal funcionamento do serviço. › Saber mais No dia 26 de novembro, entre as 08h00 e as 13h00, devido a corte de trânsito na Rua do Seminário, na Portela,... › Saber mais

Qual o objetivo da greve do sitr?

A greve anterior teve lugar a 2 de maio passado. João Casimiro, da direção do SITR, explicou à Lusa que a greve tem como objetivo exigir um aumento para 750 euros, para “compensar a subida do salário mínimo” - a mesma reivindicação das anteriores paralisações.

Qual o objetivo da paralisação da Rodoviária de Lisboa?

Objetivo é reivindicar melhorias salariais. Os trabalhadores da Rodoviária de Lisboa (RL) cumprem na sexta-feira uma paralisação de 24 horas, com início às 03h00, para reivindicar melhorias salariais, disse esta terça-feira à agência Lusa fonte sindical.

O que acontecerá com a Rodoviária de Lisboa?

A Rodoviária de Lisboa recebeu um pré-aviso de greve para o dia 4 de Março. ... A partir do próximo dia 19 de janeiro, e durante um período previsto de 17 meses, será encerrado o Ramo de Saída Av. Padre Cruz / Estrada de Telheiras... Os Antigos Combatentes já poderão beneficiar do direito de acesso à gratuitidade do passe navegante®. ...

O que aconteceu com a Rodoviária de Lisboa?

A Rodoviária de Lisboa recebeu um pré-aviso de greve para o dia 4 de Março. ... A partir do próximo dia 19 de janeiro, e durante um período previsto de 17 meses, será encerrado o Ramo de Saída Av. Padre Cruz / Estrada de Telheiras...

Quantos habitantes tem a Rodoviária de Lisboa?

Atualmente, a Rodoviária de Lisboa opera nos concelhos de Lisboa, Loures, Odivelas e Vila Franca de Xira, todos no distrito de Lisboa, servindo cerca de 400 mil habitantes. Sunset com os amigos? Veja o Tempo!

O que acontecerá com os trabalhadores da Rodoviária de Lisboa?

Os trabalhadores da Rodoviária de Lisboa (RL) decidiram hoje realizar uma greve de 48 horas, que irá abranger os dias 2 e 3 de dezembro, para reivindicar melhorias salariais, disse à agência Lusa fonte sindical.

Postagens relacionadas: