Voto antecipado 2022 mobilidade

voto antecipado 2022 mobilidade

Quais as datas para pedir o voto antecipado para as eleições legislativas 2022?

Já foram divulgadas as datas para pedir o voto antecipado para as eleições legislativas, que acontecem a 30 de janeiro de 2022. O voto antecipado aplica-se a pessoas em mobilidade, em internamento, em prisão, em lares, em confinamento obrigatório devido à COVID-19 e pessoas deslocadas no estrangeiro por motivos profissionais, escolares ou de saúde.

Como votar antecipadamente na mobilidade?

O voto em mobilidade é o voto antecipado em local escolhido pelo eleitor (qualquer município do continente ou das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira). 3. Os doentes internados podem votar antecipadamente? Sim, votam antecipadamente no estabelecimento hospitalar onde se encontrarem.

Como pedir o voto antecipado no dia das eleições?

Quem não se pode deslocar à mesa de voto no dia das eleições por estar internado num estabelecimento hospitalar ou detido num estabelecimento prisional, pode pedir o voto antecipado até 10 de janeiro. O pedido é feito através da plataforma Voto Antecipado.

Como votar antecipado no dia 23 de Janeiro?

Como funciona o voto antecipado? Até quando me posso inscrever? O voto antecipado no dia 23 de Janeiro pode ser pedido por qualquer eleitor, sem qualquer justificação. Se estiver inscrito e não conseguir votar no dia 23, poderá fazê-lo na mesma no dia 30.

Quais são as datas para pedir o voto antecipado para as eleições legislativas?

Entre 17 e 20 de janeiro, o presidente da câmara municipal ou o seu representante irá deslocar-se ao local onde está o eleitor para entregar e recolher o boletim de voto. Quem está recenseado em território nacional e vai estar em mobilidade no dia das eleições, pode pedir o voto antecipado entre 16 e 20 de janeiro.

Quem pode votar antecipadamente na eleição legislativa antecipada?

A s eleições legislativas antecipadas - das quais irá sair a composição da Assembleia da República na próxima legislatura - terão a possibilidade de voto antecipado para alguns grupos de eleitores, entre eles os que pretendam votar antecipadamente em mobilidade ou os que se encontrarem em confinamento obrigatório.

Como votar nas próximas eleições legislativas?

Para o voto antecipado serão criadas 2.606 mesas de voto, sendo importante recordar algumas medidas a adotar para garantir a segurança no momento do voto: usar máscara, manter distância de segurança, higienizar as mãos e levar caneta própria.

Como pedir o voto antecipado?

Portugal caminha para mais umas eleições legislativas. Se é eleitor, recenseado em território nacional, e pretende exercer o seu direito de voto antecipadamente, poderá efetuar o seu requerimento para votar antecipadamente, preferencialmente, através da Plataforma Eletrónica. Saiba quem é elegível para votar antecipadamente e quais os prazos.

Como pedir o voto antecipado?

Podem ainda pedir a alguém na vossa freguesia, acompanhado de um documento de representação e uma cópia de identificação civil, que peça por vós o voto antecipado. Depois, entre os dias 19 e 20 de janeiro, irão recolher o vosso voto.

Como votar antecipadamente no dia da eleição?

ELEITORES PRESOS - Se está detido num estabelecimento prisional e, por esse motivo, está impedido de se deslocar à assembleia de voto no dia da eleição, poderá efetuar o seu requerimento para votar antecipadamente, preferencialmente, através da Plataforma Eletrónica até 10 de janeiro. Saiba mais informação no Folheto informativo.

Como será o voto antecipado nas próximas eleições legislativas?

Nas próximas eleições legislativas será possível o voto antecipado, permitindo aos eleitores recenseados em território nacional votar em qualquer ponto do País, nas mesas de voto constituídas para o efeito, independentemente do seu local de voto registado nos cadernos eleitorais. Faça o registo aqui.

Como funciona o voto antecipado em mobilidade?

O voto antecipado em mobilidade foi alargado por lei aprovada no Parlamento e pode ser feito na sede de cada um dos 308 concelhos do país, em vez da sede do distrito, como aconteceu nas eleições europeias e legislativas de 2019.

Postagens relacionadas: