Comunicação inventários 2022

comunicação inventários 2022

Quais são as condições de comunicação dos inventários a partir de 1 de janeiro de 2020?

Resumidamente, a partir de 1 de janeiro de 2020, estará obrigada a proceder à comunicação dos inventários a entidade que reúna, cumulativamente, as seguintes condições: a) Tenha sede, estabelecimento estável ou domicílio fiscal em território português;

Quando será obrigatória a comunicação de inventários às finanças?

Pretende-se clarificar se a comunicação de inventários às Finanças, de acordo com as novas regras que impõem que seja incluída a valorização dos produtos neles contidos, só será obrigatória a partir de 2022 ou se será já aplicada na comunicação dos inventários de 2021?

Quais são as alterações à comunicação de inventários?

Alterações à comunicação de inventários: qual é a legislação? O Decreto-Lei 28/2109 de 15 Fevereiro trouxe algumas alterações às regras de faturação e refere também esta mudança na comunicação de inventários junto das Finanças. Este foi atualizado conforme o Despacho n.º 437/2020-XXII, e Despacho n.º 351/2021-XXII.

Qual é a data limite de comunicação de inventários?

Para começar, é importante ficar atento a data limite de comunicação e o formato da entrega declarativa à Autoridade Tributária – AT A comunicação de inventários relativos a 2021 foi prorrogada e poderá ser feita até 28 de fevereiro de 2022. Esta comunicação irá manter o formato da entrega declarativa de 2020, referente aos inventários de 2019.

Quais são as novas regras de comunicação de inventários?

“As comunicações de inventários relativos a 2019, terão de ser enviadas às Finanças até 31 de Janeiro de 2020.” Estas novas regras podem não ditar uma mudança drástica nos seus atuais procedimentos. Por exemplo, se já faz a comunicação, o aspeto chave a ter em conta é mesmo a necessidade de ter que apresentar a valorização do seu inventário.

Qual é a data limite de comunicação de inventários?

Para começar, é importante ficar atento a data limite de comunicação e o formato da entrega declarativa à Autoridade Tributária – AT A comunicação de inventários relativos a 2021 foi prorrogada e poderá ser feita até 28 de fevereiro de 2022. Esta comunicação irá manter o formato da entrega declarativa de 2020, referente aos inventários de 2019.

Quais os sujeitos passivos obrigados a fazer a comunicação de inventários?

QUE EMPRESAS SÃO OBRIGADAS A COMUNICAR INVENTÁRIOS? A comunicação do inventário em quantidade irá abranger todos os sujeitos passivos de IRS ou IRC, independentemente do volume de negócios, exceto os abrangidos pelo regime simplificado. As multas podem ir de 200€ a 10,000€ se for sujeito passivo de IRS, e de 400€ a 20,000€ se for uma sociedade.

Qual o objetivo do inventário?

O inventário tem como objetivo ter uma imagem real das mercadorias da empresa. Essa inventariação deve ser feita pelo menos uma vez por ano e no último dia do ano Fiscal que geralmente coincide com o ano civil.

Quem está dispensado de comunicar? Estão dispensadas de efetuar a comunicação dos inventários as empresas com um volume de negócios do exercício anterior ao da comunicação que não exceda os 100.000,00€.

Quando é feita a comunicação do inventário?

Relativamente às empresas/pessoas que adotem um período de tributação diferente do ano civil, a comunicação deve ser efetuada até ao fim do mês seguinte ao termo do período fiscal. Por exemplo, se o período de tributação termina a 30 de abril, o inventário deve ser comunicado à AT até 31 de maio do ano seguinte.

Quais os sujeitos passivos obrigados a fazer a comunicação de inventários?

QUE EMPRESAS SÃO OBRIGADAS A COMUNICAR INVENTÁRIOS? A comunicação do inventário em quantidade irá abranger todos os sujeitos passivos de IRS ou IRC, independentemente do volume de negócios, exceto os abrangidos pelo regime simplificado. As multas podem ir de 200€ a 10,000€ se for sujeito passivo de IRS, e de 400€ a 20,000€ se for uma sociedade.

Quais são os inventários obrigados a comunicar à Autoridade Tributária?

Todas as sociedades comerciais e empresários em nome individual com contabilidade organizada, independentemente do volume de negócios, passam a estar obrigados a comunicar à Autoridade Tributária (AT) os Inventários em Valor e não apenas em quantidade – (Decreto-Lei nº 28/2019 de 15 de fevereiro).

Quando sai o valor do inventário?

Até ao dia 31 de janeiro de 2020 a sua empresa terá de comunicar, para além da quantidade, também o valor do inventário relativo ao período de 2019.

Para comunicar o inventário de existências da sua empresa, basta submeter o ficheiro (ou ficheiros) respetivo no portal eFatura (em formato CSV ou XML). Todas as empresas devem comunicar inventário até 31 de janeiro?

Quais são os tipos de inventário?

Postagens relacionadas: