Ginástica artística

ginástica artística

Como funciona a ginástica artística?

Sempre em busca da perfeição, a Ginástica Artística compreende-se em uma sequência de acrobacias nos diferentes tipos de aparelhos. Uma apresentação limpa, onde exige-se ao mesmo tempo força e leveza nos movimentos. Esporte: Ginástica Artística (Argolas). Foto: sportpoint / Shutterstock.com

Qual é a diferença entre ginástica artística e ginástica olímpica?

Após a inserção da ginástica rítmica às competições olímpicas, a antiga ginástica olímpica passou a ser denominada de ginástica artística, haja vista que as duas modalidades atualmente são olímpicas. A Federação Europeia de Ginástica foi criada em 1881, com apenas três países integrantes.

Como surgiu a ginástica artística no Brasil?

A chegada da Ginástica Artística no Brasil se deu com a colonização alemã no Rio Grande do Sul, em 1824. Essa colonização se associa ao período de “Bloqueio Ginástico” (1820-1842), em que ginastas e instrutores tiveram de povoar outros locais do mundo para fugir da perseguição pedagógica mencionada anteriormente.

Como é avaliada a ginástica artística?

Na ginástica artística, a cada prova o atleta é avaliado de acordo com a dificuldade da série e a execução dos movimentos. Tanto os homens como as mulheres competem na soma de pontos, individualmente e por equipe, mas há provas distintas para ambos os sexos.

Quem pratica a ginástica artística?

Quem pratica a ginástica artística são chamados de ginastas. Embora inicialmente ela era praticada somente por homens, hoje essa modalidade está presente em ambas categorias (masculina e feminina). Você sabia? No início, essa modalidade era chamada de ginástica olímpica.

Quais são as características da ginástica artística?

Ginástica Artística. A ginástica artística, também chamada de ginástica olímpica, é uma modalidade esportiva que envolve um conjunto de movimentos. Esses movimentos exigem precisão, força, flexibilidade, agilidade, coordenação e equilíbrio. Portanto, o domínio do corpo é uma das principais características desses atletas.

Quais são as técnicas executadas por atletas da ginástica artística?

As técnicas executadas por atletas da Ginástica Artística requerem o controle do corpo para a demonstração de força, agilidade, flexibilidade, coordenação, equilíbrio e ritmo. Nesta matéria, abordaremos as modalidades e os aparelhos envolvidos nessas demonstrações.

Como participar da classificação geral da ginástica artística?

Para participar da classificação geral da Ginástica Artística, os ginastas precisam realizar todos os aparelhos de suas respectivas modalidades. A cronologia dos aparelhos disputados, bem como as acrobacias e os movimentos obrigatórios para cada um, é estabelecida pela Federação Internacional de Ginástica.

Quem criou a ginástica artística?

No início do século XIX, o pedagogo alemão Friedrich Ludwig Christoph Jahn (1778-1852) foi um dos responsáveis por transformar a ginástica artística em modalidade esportiva. Ele fundou clubes de ginástica para jovens e interessados na modalidade e ainda, criou diversos aparelhos que são utilizados até hoje.

Como surgiu a ginástica no Brasil?

No Brasil, a ginástica chegou através dos imigrantes alemães, no século XIX, instalados no Rio Grande do Sul. Trouxeram em suas bagagens os ensinamentos de Friedrich Ludwig Christoph Jahn.

Quais são as características da ginástica artística?

Ginástica Artística. A ginástica artística, também chamada de ginástica olímpica, é uma modalidade esportiva que envolve um conjunto de movimentos. Esses movimentos exigem precisão, força, flexibilidade, agilidade, coordenação e equilíbrio. Portanto, o domínio do corpo é uma das principais características desses atletas.

Por que a ginástica artística foi considerada uma modalidade esportiva?

Contudo, veio a se tornar uma modalidade esportiva apenas em 1881, em escolas alemãs tipicamente masculinas. Desse modo, a ginástica artística consagrou-se como a forma mais antiga do desporto e em decorrência disto, sua história é constantemente confundida com a da ginástica em si, o que não fere sua evolução artística individual posterior.

Postagens relacionadas: