Prorrogação automaticamente do subsídio de desemprego 2022

prorrogação automaticamente do subsídio de desemprego 2022

Quanto tempo dura o subsídio de desemprego 2021?

O alerta recebido pelo Polígrafo é referente ao prolongamento do subsídio de desemprego. Logo no início do ano, a informação publicada em páginas de organismos sob a tutela governamental que anunciava este aditamento temporal por seis meses não referia qualquer restrição quanto ao ano de vigência da sua aplicação. Ou seja, não a limitava a 2021.

Como funciona a prorrogação do subsídio de desemprego?

Deste modo, quem está a receber o subsídio de desemprego nestas condições não terá que entregar qualquer requerimento para usufruir desta prorrogação. Como adiantou a governante, citada pela Lusa, “as pessoas não precisam de fazer nada, [a prorrogação] será automática”.

Quando acaba o subsídio social de desemprego?

A duração do subsídio de desemprego depende da idade da pessoa e também do número de meses de descontos para a Segurança Social. Com 30 anos e se cumprir os requisitos (360 dias de descontos), tem acesso a 150 dias de subsídio de desemprego, (5 meses). Se tem mais de 50 anos e mais de dois anos de descontos, o subsídio dura 18 meses .

Como funciona o prolongamento do subsídio de desemprego?

Assim, a única condição para o prolongamento do subsídio de desemprego é mesmo que este termine até 31 de dezembro de 2021. Se tal acontecer, pode ser estendido até ao prazo de seis meses a contar dessa data (necessariamente, com o limite do final de junho de 2022). Sem necessidade de apresentação da condição de recursos.

O que acontecerá com os subsídios de desemprego em 2021?

A primeira medida introduzida refere-se ao período de concessão dos subsídios de desemprego que terminam em 2021, que será excepcionalmente prolongado por seis meses. Mas não só: há ainda a registar o aumento do seu valor mínimo, que irá ultrapassar o valor do limiar da pobreza.

Quanto custa um subsídio de desemprego?

Através do simulador, é possível perceber que esta pessoa irá receber um subsídio de desemprego no valor de 655 euros durante 420 dias, sendo que este período será prolongado 30 dias por cada 5 anos com registo de remunerações nos últimos 20 anos.

Como funciona o subsídio social de desemprego a partir de janeiro de 2021?

Se, a partir de janeiro de 2021 a situação de desemprego se mantiver, os beneficiários passam a ter direito ao subsídio social de desemprego, sem avaliação dos rendimentos do agregado familiar. Para o prazo de garantia são contados os dias em que trabalhou: Num Estado da União Europeia, na Islândia, Noruega, Listenstaina ou Suíça

Quando o subsídio de desemprego vai ser prorrogado?

Apesar de o Governo ter esclarecido na imprensa de que a prorrogação do pagamento do subsídio de desemprego será sempre de seis meses, independentemente de resvalar para além do fim do ano, há desempregados que continuam a receber as cartas da Segurança Social a informar que vão deixar de ter direito à prestação social a 31 de dezembro.

Como Pagar o subsídio social de desemprego?

O montante do subsídio social de desemprego pode ser pago por uma só vez, no caso do beneficiário apresentar, no centro de emprego, projeto de criação do próprio emprego e este ser aprovado.

O que aconteceu com o subsídio de desemprego?

Esta prorrogação foi automática e não teve de fazer nada para aceder a esta extensão do prazo. Agora, se recebia subsídio de desemprego e esta prestação terminou em dezembro de 2020, então pode passar a aceder ao designado Apoio Extraordinário ao Rendimento dos Trabalhadores (AERT).

Qual o valor do subsídio social de desemprego subsequente?

Uma vez terminada a prorrogação em 2021 e, caso cumpra a condição de recursos para aceder ao subsídio social de desemprego subsequente, passa a receber esta prestação social no valor mensal de 351,05 euros, acrescidos do complemento de 150,11 euros para totalizar os 501,16 euros do AERT, a partir de julho e até 31 de dezembro de 2021.

Qual o período de concessão do subsídio social de desemprego inicial?

O período de concessão do subsídio social de desemprego inicial, independentemente da idade ou da carreira contributiva do trabalhador, corresponde a: 90 dias, nos casos em que o prazo de garantia é 90 dias 60 dias, nos casos em que o prazo de garantia é 60 dias.

Postagens relacionadas: